Mulheres escolhem vida saudável para evitar doenças cardíacas

outubro 22, 2015
admin
CompartilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Email this to someoneShare on LinkedIn0Pin on Pinterest0Print this page
Close-up Of Beautiful African American Woman Eating Salad

Exercícios ao ar livre, caminhada, atividades funcionais e alimentação saudável estão fazendo parte da rotina de muitas mulheres tocantineses. Uma pesquisa feita pela Organização Mundial da Saúde, divulgada pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesau), aponta que cerca de 200 mulheres morrem com problemas cardíacos todos os dias no Brasil. Um número seis vezes maior do que as vítimas do câncer de mama, segundo a pesquisa.

Para Amanda Cristina, moradora de Palmas, ter uma vida ativa é fundamental para se manter com saúde. Ela conta que tem histórico de pessoas hipertensas e diabéticas na família e teve que mudar toda sua rotina diária para emagrecer e melhorar a qualidade de vida.

“Perdi 36 kg e hoje procuro me manter o mais saudável possível, faço caminhada e corro todos os dias, inclusive aos domingos, para não ganhar peso”, ressalta.

Ela contou que sofreu muito preconceito antes de perder peso, inclusive do ex-namorado. “Eu tentei ser saudável sozinha, mas não consegui. Depois que meu ex-namorado terminou comigo por que eu era gorda, minha auto-estima foi lá embaixo, a partir dessa e outras situações, fui atrás de ajuda profissional. Hoje, com meus 64kg, me sinto super bem, gosto de me arrumar e minha auto-estima é elevadíssima”, explica.

Já a técnica em radiologia, Kellyanny Silva, contou que percebeu a necessidade de ser saudável, quando se viu muito acima do peso. “Eu estava me sentido sempre muito cansada e indisposta, daí percebi que devia e precisava mudar meus hábitos alimentares e ter uma rotina de exercícios físicos”, conta.

Segundo a cardiologista Érica Teixeira, as mulheres adquiriram hábitos que antigamente eram exclusivos do sexo masculino como tabagismo, consumo de álcool e estresse. Ela afirma que tudo isso contribui para o aumento de doenças cardiovasculares. “Há fatores de risco como a idade e antecedente familiar. Além de fatores modificáveis como a hipertensão, diabetes, tabagismo, colesterol, sedentarismo e obesidade.”

A cardiologista fala também que medidas simples, como um estilo de vida saudável, podem reduzir o risco de doenças cardíacas nas mulheres em até 80%. “A mulher precisa entender que a doença do coração é uma ameaça real e é uma das principais causa de mortes entre pessoas do sexo feminino”, ressaltou.

Sintomas

Alguns sinais de doenças cardíacas são: dificuldade de respirar e dormir, sensação de enjoo ou mal-estar, sentir medo ou nervosismo, dores de cabeça, queimação ou peso no peito, dores no peito, costas pescoço, ombros, orelha ou braços. Ao sentir os sintomas, a medida indicada é procurar atendimento médico.

Fonte: G1

Postagens Relacionadas

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>