Veja dicas infalíveis para emagrecer e frequentar a academia sem preguiça

CompartilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+2Email this to someoneShare on LinkedIn0Pin on Pinterest0Print this page
Dicas para frequentar a academia sem preguiça

Sempre consulte profissionais gabaritados para acompanhar a sua trajetória na busca de qualidade de vida. Treino e dieta são questões individuais. Não existe fórmula mágica para alcançar seus objetivos. Nada de reproduzir algo visto na internet – seja único.

Pesquisas científicas permitem afirmar que a perda de peso é a resolução mais comum na virada do ano, mas infelizmente apenas 8% conseguem mantê-la. E 92% restantes se perdem ao longo do tempo, isso se deve a três fatores e, junto com eles, existem algumas soluções para trabalhar ao seu favor.

Dicas infalíveis:

1) Prioridade: ao iniciar um programa de exercícios é necessária uma reorganização da sua agenda de compromissos, mas a boa notícia é que isto não implica na necessidade de uma grande quantidade de tempo. Frequentemente, nós nos preocupamos tanto com a quantidade de exercícios para fazer e acabamos não realizando nenhum.

Pesquisas recentes indicam que pequenas doses de exercícios durante o dia podem ser suficientes para que você alcance seus objetivos. Segundo Stone et al, ACSM’s & Fitness Journal, 2010, um dos principais argumentos que as pessoas utilizam para não praticar exercícios é a falta de tempo.

Plano para o sucesso:

1) Tempo: é muito fácil encontrar desculpas para não ter tempo para praticar exercícios. Você precisa definir suas prioridades e viver de acordo com elas. Marque o horário do treino na sua agenda como se fosse um compromisso de trabalho;

2) Hábito: nas primeiras semanas você precisa se obrigar a cumprir um programa pré estabelecido;

3) Repita, repita, repita o novo comportamento: a mesma rotina no mesmo horário do dia – evite mudanças constantes. Depois de o hábito estar estabelecido, pode ter um pouco mais de flexibilidade na sua agenda, mas nos três primeiros meses seja rígido, caso contrário aumenta muito o risco de abandonar a rotina;

4) Durma mais cedo e aproveite mais sua noite de sono: Consequentemente conseguirá acordar mais cedo, se alimentar melhor e começar aos poucos a acrescentar uma rotina de exercícios físicos seja de manhã, na hora do almoço ou à noite. Os benefícios são ótimos, tudo vai melhorar no seu trabalho e no seu dia-dia. Faça o teste;

5) Reserve apenas 30 minutos: Este momento do seu dia deve ser dedicado a melhoria do seu condicionamento físico;

6) Falta de tempo não é motivo para sedentarismo e sim falta de planejamento. Só depende de você;

7) Força de Vontade: o segundo fator que pode contribuir para o abandono da atividade física. Desmotivação momentânea, falta de força de vontade e o não cumprimento do programa de treinamento e de nutrição não devem ser encarados como uma derrota ou fracasso, e sim, como uma experiência que ensina a tomar novos rumos para o alcance das metas, ou até mesmo mais um desafio para estimular e provocar.

Plano para o Sucesso:

1) Quando bater aquela preguiça e falta de motivação, vá a academia nem que seja para conversar, trocar ideias, ver os amigos. O importante é que aquele horário do treino se torne hábito. Faça menos exercícios, alongue, ande. Faça qualquer coisa só para manter a rotina. Converse com o seu professor, peça alternativas de exercício – ele pode motivar você;

2) Altere os treinos e sua rotina de exercícios: seu organismo precisa de novos desafios e o mesmo acontece com sua mente. Experimente um estímulo diferente. É muito provável que encontre alguma atividade que possa lhe motivar, existem opções mais divertidas, desafiantes e porque não experimentá-las.

3) Experimente o conceito de Cross Training, uma combinação do treinamento aeróbio e força. Se você é daqueles que simplesmente aperta um botão na esteira e treina ininterruptamente por 30, 40 minutos, considere correr por apenas 15 minutos e, em seguida, realizar exercícios de força na sala de musculação, e novamente retorne a esteira;

4) Curta sua trilha sonora predileta: a música é um motivador fantástico e tem um efeito positivo no cérebro. Faz com que suas emoções respondam favoravelmente ao exercício;

3) Hábitos: um grande motivo de muitas resoluções se tornarem um fracasso. Deve-se ao fato delas exigirem uma mudança de hábito. Uma das razões da dificuldade de encaixar o exercício em uma agenda lotada de compromissos é porque não estamos acostumados a fazer.

Da mesma forma como precisamos de tempo todos os dias pela manhã para escovar os dentes, tomar banho, escolher a roupa – sempre encontramos esse tempo, é porque sabemos que é essencial e passa a ser um ato quase que involuntário. Incorpore o exercício em sua rotina diária como se fosse a sua higiene, faça dele um hábito.

Plano para o sucesso:

1) Encontre uma atividade que você realmente tenha algum tipo de prazer;

2) Acorde mais cedo: o sono é definitivamente importante para a saúde, mas vale o sacrifício da tentativa de despertar 30 minutos antes e exercitar-se antes de seu dia começar;

3) Manter uma alimentação saudável na geladeira permite que as escolhas saudáveis sejam mais acessíveis do que aquelas que podem prejudicar a sua dieta e cair em tentação;

4) A aquisição desse hábito de praticar exercícios nos traz inúmeros benefícios: regulação do apetite, aumento da disposição, energia e, talvez, o maior benefício de todos, a garantia de dever cumprido;

5) Esteja preparado para possíveis barreiras e dificuldades: tenha sempre que possível um suporte para quando você falhar. Sempre acontece algo inesperado que altera nosso plano e nos desvia um pouco de onde queremos chegar. Ter consciência disso lhe permitirá aceitar esses transtornos como parte do caminho e deixar a vida fluir na direção certa.

Fonte: O Bonde

Conheça a Linha Herbalife 24 Hours   Produtos para Nutrição Esportiva - consultora Silvana Gonçales

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>