Entenda mais sobre a polêmica dos adoçantes

outubro 17, 2014
admin
CompartilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+4Email this to someoneShare on LinkedIn0Pin on Pinterest0Print this page

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Weizmann de Ciência, em Israel, liga adoçantes artificiais ao aumento do risco de diabetes e obesidade.

Enquanto os adoçantes naturais são provenientes de plantas como a stévia, extraído da Stevia Rebaudiana, os artificiais são produzidos quimicamente, dentro do laboratório.

Os adoçantes artificiais mais consumidos: aspartame, ciclamato, sacarina, sucralose e acessulfame-K.

adoçante1

O aspartame nunca deve ser consumido por quem tem uma doença genética chamada fenilcetonúria. É que esse tipo de adoçante contém fenilalanina, um aminoácido que os portadores desse problema não conseguem metabolizar.

Outros adoçantes, como a sacarina e o ciclamato, também devem ser consumidos com cautela, principalmente por hipertensos. O problema é que essa dupla de adoçantes contém sódio na fórmula, que pode aumentar a pressão arterial e o risco de problemas cardiovasculares.

Abaixo os alimentos que podem substituir os adoçantes artificiais trazendo ainda propriedades funcionais e benefícios para a nossa saúde.

1 . Açúcar de coco orgânico

Produzido a partir do líquido das flores da palma de coco, sem agrotóxicos ou aditivos químicos. O açúcar de coco é uma novidade aqui no Brasil, mas já faz parte da culinária do sudeste asiático há muito tempo, especialmente por aqueles que buscam uma alimentação saudável ou por diabéticos. Seu sabor é doce, semelhante ao açúcar mascavo, com um leve toque de caramelo. E, atualmente, é considerado o adoçante mais saudável

Benefícios do Açúcar do Coco

- Possui baixo índice glicêmico, bem menor do que o açúcar da cana. Isto significa que o açúcar de coco não vira glicose no sangue tão rapidamente, sendo benéfico para dietas.

- Fonte de  vitaminas e minerais do complexo B (B1, B2, B3, B6), ferro, zinco, potássio, magnésio.

- É conhecido por ser o adoçante mais sustentável do mundo, uma vez que as palmas de Coco, diferentemente das plantas do óleo de palma, reconhecidas por não serem sustentáveis, além de produzirem mais de cem produtos diferentes, requerem menos água e nutrientes e produzem 75% mais açúcar que a cana de açúcar.

- Um açúcar que não é processado, adulterado ou filtrado, o açúcar de coco não contém conservante, sendo 100% natural.

Pode ser utilizado como substituto do açúcar branco para adoçar bebidas e alimentos como sucos, chás, iogurtes ou para preparar receitas na mesma quantidade do açúcar comum.

2 . Mel

adoçante2

É um carboidrato fonte de triptofano, com ação calmante que induz uma sensação de bem estar melhorando a função da serotonina no cérebro.

O mel tem uma função importante como regenerador da microflora intestinal quando combinado aos lactobacilos presentes no intestino. Sabe-se que mais de 90% da serotonina é produzida no intestino, portanto o mel ajuda a manter a integridade intestinal colaborando com uma melhor regulação neuro-endócrina, com mais serotonina, menos tristeza e mais sensação de prazer.

Apesar de muito benéfico, ele é também bem calórico, por isso, deve ser consumido moderadamente.

Recomendação: até 2 colheres (chá) por dia.

3 . Açúcar das frutas (frutose)

adoçante3

É o açúcar extraído das frutas e do milho. Sem precisar de nenhum aditivo, a frutose é cerca de 30 vezes mais doce que o açúcar comum, mas ela pode aumentar o peso sem oferecer nenhum valor nutricional.

O uso descontrolado da frutose resultaria em produção de glicose pelo organismo, e, consequentemente, aumento da glicose sanguínea.

4 . Açúcares derivados da cana de açúcar

As principais diferenças aparecem no gosto, na cor e na composição nutricional de cada tipo. Quanto mais escuro é o açúcar, mais vitaminas e sais minerais ele tem, e mais perto do estado bruto ele está. A cor branca significa que o açúcar recebeu aditivos químicos no último processo da fabricação, originando o açúcar refinado, que não deve ser utilizado.

Os açucares da cana mais saudáveis

A . Mascavo

adoçante4

É o açúcar bruto, escuro e úmido, extraído depois do cozimento do caldo de cana. Como o açúcar mascavo não passa pela etapa de refinamento, ele conserva o cálcio, o ferro e os sais minerais e é rico em potássio.  Seu gosto é bem parecido com o do caldo de cana.

B . Demerara

adoçante5

O açúcar demerara preserva o melaço da cana de açúcar, porém é um pouco mais processado do que o mascavo. A vantagem dele é que não altera o sabor nem a cor das preparações. Também usado no preparo de doces, sem alterar o sabor das receitas, ele passa por um refinamento leve e não recebe nenhum aditivo químico. Por isso, seus grãos são marrom-claros e têm valores nutricionais altos, parecidos com os do açúcar mascavo.

C . Cristal

adoçante6

É o açúcar com cristais grandes e transparentes, difíceis de serem dissolvidos em água. Depois do cozimento, ele passa apenas por um refinamento leve, que retira 90% dos sais minerais.

Importante!

Todos esses açúcares são bem calóricos, por isso devem ser consumidos em pequenas quantidades só quando necessário. Lembrando que diabéticos devem procurar melhor orientação quanto ao uso de adoçantes e usar os extraídos de plantas como a Stévia. Outra dica é a necessidade de mudança de hábito. Quanto menos adição de açúcares, melhor. Ficamos mais seletivos em relação ao sabor doce e diminuímos a ingestão desses alimentos.

Fonte: Universo Jatobá

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>