Consumo de carboidratos refinados pode acelerar envelhecimento da pele

novembro 10, 2014
admin
CompartilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+3Email this to someoneShare on LinkedIn0Pin on Pinterest2Print this page
carboidratos

Combinar tratamentos estéticos com uma alimentação adequada resulta em alcançar o objetivo com mais facilidade e eficácia no tratamento. Devemos pensar que a beleza da pele, cabelos e até mesmo das unhas depende de como nutrimos o nosso organismo. Se fornecermos a ele nutrientes para seu funcionamento adequado (vitaminas, minerais, aminoácidos, fibras, água e antioxidantes), isso o tornará saudável e refletirá na aparência.

No entanto, se o consumo habitual, seja de gorduras ou açúcares, for elevado e a ingestão dos nutrientes for baixa, isso também irá refletir na aparência, porém de forma negativa. O excesso de açúcar prejudica a produção de colágeno e favorece o envelhecimento precoce da pele.

O principal cuidado não é só deixar de consumir o açúcar refinado sob a forma mais simples ou presente em doces, mas também o excesso de carboidratos refinados presentes em outros alimentos, como arroz branco, massas refinadas, pães (francês, broas, brioches) e biscoitos refinados em geral.

Fonte de carboidrato simples, o açúcar branco ou sacarose, é uma molécula facilmente metabolizada pelo organismo. Gerador de energia, ele passa a causar problemas quando a quantidade consumida se torna além da necessária, e o excesso acaba estocado pelo organismo. Quando isso acontece, além de contribuir para o ganho de peso, prejudica também a pele.

Segundo um estudo realizado pela Universidade de Leiden, na Holanda, o consumo excessivo destes tipos de carboidratos acelera o processo de envelhecimento cutâneo, tornando mais rápido o aparecimento de rugas e flacidez. Quanto maior a dose de glicose (“açúcar”) concentrada no sangue, maior a dificuldade de manter uma pele mais jovem.

Quando os açúcares e amidos são ingeridos em excesso, causam um surto de inflamação por todo o corpo. Eles podem se aderir ao colágeno da nossa pele e em outras partes do corpo por um processo chamado de glicação. Todo o excesso de açúcar que ingerimos ou que não é metabolizado pelo organismo forma um complexo em conjunto com as proteínas, causando enrijecimento nas fibras de colágeno. Com isso, a pele também fica mais opaca, amarelada e sem viço, tornando-se mais suscetível ao aparecimento de rugas.

O processo de glicação forma os chamados AGEs (Advanced Glycosylation End Products ou Produtos de Glicação Avançada), que irão causar oxidação, inflamação e envelhecimento precoce. Os AGEs têm receptores específicos na nossa pele. Além de intensificar os danos e a inflamação provocados pelos radicais livres, essa reação provoca um enrijecimento dos tecidos responsáveis pela firmeza e elasticidade da pele, causando danos nas fibras dérmicas, desencadeando então a flacidez.

O processo tende a se acentuar com o decorrer dos anos. A glicação é algo que acontece de forma gradual ao longo da vida para a maioria das pessoas com níveis normais de glicose no sangue. No entanto, o ideal é ter uma alimentação saudável, evitando os excessos desde cedo. Afinal, quando se é mais jovem, o corpo tem mais recursos para afastar os danos e produzir mais colágeno. Já quando se chega a uma idade mais avançada, esses subprodutos começam a se acumular com facilidade.

É fato que o envelhecimento cutâneo é um processo contínuo, que não pode ser parado. Mas existem formas de minimizar a sua ação. Uma alimentação balanceada e rica em vitaminas, minerais e antioxidantes (vitaminas E, C e A, polifenóis e selênio) podem retardar esse efeito e melhorar o aspecto da pele.

Além disso,os AGEs produzidos pela glicação, podem afetar também a estrutura da parede das artérias, deixando-as rígidas. Portanto, manter uma alimentação saudável afeta além do corpo, a saúde. O principal cuidado é não consumir açúcar ou carboidratos refinados em excesso. Para manter uma pele saudável e jovem por mais tempo, alimentos com alto índice glicêmico devem ser evitados. Podemos substituir os carboidratos simples pelos integrais, e o açúcar refinado pelo mascavo ou mel, pois estes, apesar de terem o mesmo valor energético, têm vitaminas e substâncias antioxidantes interessantes para a beleza da pele.

Fonte: G1

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>