Começando a correr? respeite o ritmo de adaptação do corpo e seja regular

janeiro 16, 2015
admin
CompartilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+1Email this to someoneShare on LinkedIn0Pin on Pinterest0Print this page
imagem-globo

É possível que você conheça alguém que precise começar a praticar atividade física por motivos de saúde, e pode até ser que essa pessoa seja você mesmo. Isso é um assunto sério, mas muitos simplesmente não conseguem dar o primeiro passo e começar a mudar a rotina. Ao longo de anos de profissão, fui aprendendo a tentar pensar como essas pessoas. E começar a treinar pode sim ser algo bem penoso e difícil por diversas razões.

Em uma situação dessas, o primeiro conselho é procurar orientação. A corrida é uma atividade democrática sim, você coloca o seu tênis e, dependendo do seu gás, pode chegar onde quiser. Mas é certo que se alguém mais experiente e especialista no assunto ajudar, as coisas vão ficar mais organizadas para você (e provavelmente mais segura também). E esse treinador pode ser a diferença entre dar certo e não começar, ou não continuar mais uma vez.

Se você decidiu que é hora de mudar e já começou a praticar exercícios, tenha em mente que nessa primeira etapa, essas atividades devem ser feitas aos poucos. Se estiver sedentário há muito tempo, provavelmente vai precisar de mais tempo nessa fase do que alguém que tenha ficado um ou dois anos sem fazer nada. Aproveite esse primeiro momento para experimentar velocidades confortáveis.

É compreensível que você fique empolgado com o seu aumento de disposição – e sinta que tem “gás” para aumentar a velocidade da corrida, por exemplo. Mas lembre-se que seus músculos, tendões e articulações se adaptam aos treinos de forma um pouco mais lenta. Então, de repente você se sente bem por que não está nem tão ofegante, mas lá em baixo isso pode ser esforço demais para as suas pernas. Aí acontece um descompasso e você se machuca. Geralmente isso não acontece de uma hora para a outra, é um acúmulo de algum tempo.

E se começou aos poucos e viu que regularidade é a chave do sucesso para quem está entrando no mundo da corrida, experimente frequentar uma academia. Como a corrida pode exigir bastante das suas pernas (e isso pede um descanso proporcional), alternar dias de corrida com musculação, aula de bike, transport, aula de dança e alongamento (entre outras) talvez seja uma boa ideia. Isso poupa o seu esforço da corrida e, em vez de não treinar nada no dia, você faz uma atividade complementar e gasta mais algumas calorias.

Fonte: Globoesporte.com/Eu Atleta

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>